Como usar Google Analytics para sua estratégia de SEO

Seu site pode ter a aparência que você deseja e estar recheado de estratégias de SEO, mas como saber se isso está realmente funcionando? A resposta é: Google Analytics!

O Google Analytics é uma plataforma gratuita que ajuda a entender quem visita seu site e como eles interagem com ele. Assim, com essa ferramenta, médicos e clínicas podem identificar quais artigos do blog trazem mais visualizações e geram mais conversões. Ele fornece dados valiosos, como a origem dos usuários e o que eles procuram, permitindo que você ajuste suas estratégias para tornar seu site mais atrativo e eficiente.

Neste artigo, vamos mostrar como usar o Google Analytics para impulsionar seus resultados de SEO. Mas, primeiro, vamos repassar o básico.


Como usar Google Analytics para sua estratégia de SEO

A importância da análise de SEO

Antes de nos aprofundarmos em como o Google Analytics pode ajudar a rastrear, medir e melhorar suas estratégias de SEO, vamos dar uma olhada geral no processo de análise de SEO.

A análise de SEO envolve a coleta, o rastreamento e a análise dos dados de marketing, com o objetivo principal de aumentar o tráfego orgânico do seu site. Esse processo é fundamental, pois permite identificar oportunidades de melhoria e obter uma compreensão mais profunda do desempenho do seu site.

Existem diversas ferramentas de análise de SEO disponíveis para medir seus resultados, e o Google Analytics é uma das mais eficazes. Além disso, ele ajuda a entender o tráfego do site, fornecendo informações importantes e detalhadas que são essenciais para melhorar sua presença no Google. 


Primeiros passos com o Google Analytics

  1.  Criar uma conta no Google Analytics
  • Acesse o site do Google Analytics.
  • Faça login com sua conta Google. Se você não tiver uma, crie uma nova.
  • Clique em “Iniciar Medição” e siga as instruções para criar uma nova conta.
  1.  Configurar uma propriedade
  • Após criar a conta, você precisará configurar uma propriedade. Dê um nome à sua propriedade (geralmente o nome do seu site ou aplicativo).
  • Escolha a categoria de setor que melhor descreve seu negócio.
  • Defina o fuso horário e a moeda.
  1.  Obter o código de rastreamento
  • Após configurar a propriedade, você será direcionado para a página onde obterá o código de rastreamento.
  • Copie o código de rastreamento. Ele começará com <script> e terminará com </script>.
  1. Adicionar o código de rastreamento ao seu site
  • Cole o código de rastreamento na seção <head> do HTML do seu site, em todas as páginas que deseja rastrear.
  • Se você usa um CMS como WordPress, pode usar plugins como “Header and Footer Scripts” para adicionar o código facilmente.
  1. Verificar a configuração
  • Após adicionar o código ao seu site, volte ao Google Analytics e clique em “Administração”.
  • No menu da propriedade, clique em “Assistente de configuração”.
  • Em “Configurar assistente”, clique em “Status de acompanhamento” e verifique se o Google Analytics está recebendo dados do seu site.

Monitorando o tráfego orgânico do seu site

Com a configuração básica concluída, é hora de monitorar o tráfego do site. No painel do Google Analytics, você encontrará diversos relatórios para análise de dados e, com isso, aprimorar suas estratégias de SEO. Um dos relatórios mais importantes é o Relatório de tráfego de pesquisa orgânica do Google.

Este relatório fornece uma visão detalhada do desempenho das suas páginas nas buscas orgânicas do Google. Além disso, ele inclui informações que podem ajudar você a entender melhor como os usuários chegam ao seu site e o que estão buscando. Com ele, é possível:

  • Identificar as principais fontes: O relatório mostra quais palavras-chave estão trazendo usuários ao seu site, ajudando a identificar termos que têm alto potencial de atração.
  • Analisar o desempenho das páginas: Permite ver quais páginas do seu site estão performando melhor nos resultados de busca, ajudando a identificar áreas que precisam de otimização.
  • Segmentação de dados: O relatório pode ser segmentado por diferentes dimensões, como consulta de pesquisa, página de destino, país e dispositivo. Isso fornece uma visão detalhada sobre o comportamento dos visitantes e suas preferências.

Assim, com essas informações, você consegue saber onde focar suas estratégias de SEO para melhorar o tráfego orgânico e a visibilidade do seu site.



Analisando as métricas de desempenho

O Relatório de Tráfego de Pesquisa Orgânica fornece uma série de métricas, que ajudam a medir e avaliar o desempenho de seu site. Elas são fundamentais para entender o comportamento dos usuários, identificar tendências e tomar decisões para aprimorar suas estratégias de SEO. Portanto, ao monitorar as métricas corretas, você pode otimizar o conteúdo do seu site, melhorar a experiência do usuário e aumentar a visibilidade nos motores de busca. 

Nele, diversas métricas estão disponíveis para análise. Sendo elas:

  • Impressões: Quantidade de vezes que suas páginas apareceram nos resultados de busca. Esta métrica ajuda a avaliar a visibilidade do seu conteúdo nos motores de busca.
  • Cliques: Número total de cliques que suas páginas receberam dos resultados de busca. É uma métrica básica, mas essencial, para entender quantas pessoas estão visitando seu site através das buscas orgânicas.
  • Taxa de cliques (CTR): Mostra a porcentagem de usuários que clicaram no seu link após vê-lo nos resultados de busca. Uma CTR alta indica que suas páginas são relevantes e atraentes para os usuários. Portanto, uma análise de CTR pode ajudar a identificar quais títulos e descrições são mais eficazes, permitindo ajustes para melhorar o desempenho.
  • Posição média da pesquisa: Indica a posição média das suas páginas nos resultados de busca. Monitorar essa métrica ajuda a identificar quais páginas estão bem ranqueadas e quais precisam de melhorias.
  • Usuários: Número de visitantes únicos que chegaram ao site por meio de buscas orgânicas. Ajuda a entender a audiência do seu site.
Além disso:
  • Sessões engajadas: Número de sessões em que os usuários interagiram ativamente com seu site. Sessões engajadas indicam que os visitantes acharam seu conteúdo interessante.
  • Taxa de engajamento: Percentual de sessões engajadas em relação ao total de sessões. Portanto, uma alta taxa de engajamento sugere que os visitantes estão encontrando valor no seu conteúdo.
  • Tempo médio de engajamento: Tempo médio que os visitantes passaram no site durante suas sessões provenientes de buscas orgânicas. Um tempo de engajamento elevado pode indicar que seu conteúdo é relevante e envolvente.
  • Contagem de eventos: Número total de interações específicas (eventos) que os usuários realizaram no seu site. Isso pode incluir cliques em botões, downloads, visualizações de vídeos, etc.
  • Eventos principais: Lista dos eventos mais frequentes no seu site. Identificar esses eventos ajuda a entender quais ações os visitantes mais realizam.
  • Receita de publicidade: Receita gerada através de anúncios exibidos no seu site. Essa métrica é importante para avaliar o retorno financeiro das suas estratégias de SEO.

Leia também: 


Otimizando suas estratégias de SEO

Uma vez que você tenha analisado as métricas de desempenho, o próximo passo é usar esses conhecimentos para otimizar o conteúdo do seu site. 

Otimização de palavras-chave

Primeiramente, utilize as métricas de cliques e impressões para identificar quais palavras-chave estão atraindo mais pessoas. Em seguida, incorpore essas palavras-chave de forma mais estratégica no seu conteúdo. Além disso, revise as palavras-chave que já trazem tráfego, mas que têm uma baixa taxa de cliques (CTR). Nesse caso, ajuste títulos e meta descrições para torná-los mais atraentes e aumentar a CTR.

Melhoria do conteúdo

Em seguida, analise a posição média das suas páginas nos resultados de busca. Se algumas páginas estiverem ranqueando abaixo da média, considere melhorar o conteúdo para torná-lo mais relevante. Por exemplo, páginas com alta impressão, mas baixo engajamento, podem precisar de atualizações para aumentar a relevância e a atratividade do conteúdo.

Além disso:

Segmentação por público

Além disso, utilize a segmentação por país e dispositivo para entender melhor de onde vem o tráfego. Isso pode ajudar a criar conteúdo mais personalizado e relevante para diferentes segmentos de público. Se a maior parte do tráfego vier de dispositivos móveis, assegure-se de que o site seja responsivo e que o conteúdo esteja otimizado para visualização em telas menores.

Experiência do usuário

Por fim, utilize métricas como a taxa de engajamento e a taxa de rejeição para identificar páginas que precisam de melhorias. Conteúdo que não retém os visitantes pode ser revisado para ser mais relevante e envolvente. Páginas com baixo tempo médio de engajamento podem ser melhoradas incluindo mais informações valiosas, multimídia interativa ou uma melhor estrutura de navegação.


Otimize o SEO do seu site agora mesmo. Clique aqui para dar os primeiros passos! 



Agora que exploramos como o Google Analytics pode impulsionar sua estratégia de SEO, é hora de colocar esse conhecimento em prática. Acompanhe de perto seus dados, ajuste suas estratégias conforme necessário e veja seu site subir nos rankings dos mecanismos de busca.