Follow-up: O que é e estratégias para aumentar conversões de pacientes

Se você é médico, sabe que atrair pacientes é fundamental. Mas, depois de chamar atenção do seu público, o que acontece? Será que você está se dedicando o bastante para transformar esses interessados em consultas agendadas? Uma estratégia para isso é o follow-up.

Neste artigo, vamos esclarecer a importância do follow-up no aumento das conversões de pacientes e fornecer estratégias para implementá-lo no seu atendimento. 


Follow-up: O que é e estratégias para aumentar conversões de pacientes

O que é Follow-up?

Em tradução literal, follow-up significa “acompanhar” ou “seguir adiante”. No contexto médico, refere-se ao acompanhamento contínuo do paciente após o primeiro contato, com o objetivo de nutrir pacientes que já demonstraram interesse e, assim, aumentar o número de consultas agendadas. É uma estratégia eficaz para se destacar na sua área, proporcionando um atendimento mais personalizado. 


Entendendo a jornada do paciente

Antes de mostrar estratégias para fazer um bom follow-up, é importante entender a jornada do paciente. Essa jornada começa na primeira vez que ele encontra seu consultório e termina quando ele se torna um paciente. Este processo envolve três etapas:

  • Conhecimento: Nesta fase, o paciente está no estágio inicial de identificar uma necessidade. Aqui, é importante que o seu atendimento e comunicação sejam claros e informativos, educando o paciente sobre o problema que ele está enfrentando e como sua clínica pode ajudar.
  • Consideração: Uma vez que o paciente compreende o problema, ele começa a considerar suas opções de tratamento. Este é o momento de oferecer informações sobre as diferentes opções disponíveis, mostrando como sua clínica se destaca e pode oferecer a melhor solução para as necessidades dele.
  • Decisão: Na etapa de decisão, o paciente está pronto para escolher a clínica que melhor atende às suas necessidades. É essencial destacar os benefícios da sua clínica, destacando por que ela é a escolha ideal para o paciente.

No entanto, essa jornada muitas vezes não segue um caminho linear. Alguns pacientes podem não avançar além da primeira etapa, enquanto outros param na terceira e, mesmo assim, não dão continuidade. Então, como você já deve ter percebido, mesmo fornecendo todas as informações necessárias, se não for o momento ideal para o paciente, isso pode não ser o suficiente.

Então, o que fazer para converter esses pacientes?

A resposta é: Follow-up


Leia também: 


Planejando as estratégias de Follow-up

Sabemos que cada atendimento precisa ser individualizado. Portanto, antes de aplicar essas estratégias, é essencial definir seus objetivos ao contatar novamente o paciente.  

Assim, após identificar as razões pelas quais aquele lead não se transformou em um paciente, você pode utilizar estas estratégias:

  1. Crie uma programação
  • Determine a frequência: Estabeleça com que frequência você entrará em contato e por meio de quais canais. Seja consistente, mas flexível para ajustar a abordagem conforme necessário.
  1. Defina lembretes de acompanhamento
  • Estabeleça uma rotina: Se você definiu que entrará em contato com um paciente três vezes antes de descartá-lo, configure lembretes para cada follow-up. Por exemplo, você pode definir que entrará em contato a cada 5 dias e criar lembretes no seu calendário.
  1. Crie mensagens personalizadas
  • Personalize a comunicação: Cada interação deve oferecer algo significativo ao paciente. Revise os motivos pelos quais o paciente não deu continuidade ao atendimento e ajuste suas mensagens para abordar essas questões. Por exemplo, se o paciente parou de responder após receber informações sobre os valores da consulta, siga a conversa por esse caminho.
Além disso:
  1. Utilize o canal preferido pelo paciente
  • Mantenha a consistência: Se o paciente inicialmente entrou em contato via telefone, priorize essa forma de comunicação. No entanto, para aumentar as chances de contato, é interessante utilizar outros canais, como mensagens de texto.
  1. Priorize leads importantes
  • Foque nos leads avançados: Dê prioridade aos leads que chegaram às etapas finais da jornada do paciente. Visto que esses leads demonstraram maior interesse, investir mais tempo neles pode aumentar as chances de conversão.
  1. Faça perguntas investigativas
  • Entenda as necessidades: Use perguntas abertas para entender melhor as necessidades e preocupações do paciente. Isso ajudará a identificar barreiras e oferecer soluções personalizadas. 
  1. Saiba o momento de parar
  • Respeite a decisão do paciente: Reconheça quando é hora de parar de insistir. Se um paciente claramente não está interessado ou pediu para não ser contatado novamente, respeite sua decisão.

Quer aprender mais estratégias para converter pacientes? Clique aqui! 



O follow-up é uma estratégia fundamental para aumentar as conversões de pacientes em sua clínica médica. Assim, ao compreender a jornada do paciente e aplicar estratégias de follow-up adequadas, você aumenta as chances de transformar leads em pacientes.