O papel das redes sociais na construção da marca

Segundo dados do Statista, existem ao menos 4,8 bilhões de usuários na soma das redes sociais atualmente. A estimativa é de que até 2027, o número chegue a quase seis bilhões.

Nesse contexto, o Brasil ocupa a terceira posição no ranking de uso de redes sociais do planeta, com 131,5 milhões de usuários, de acordo com um levantamento da Comscore.

Ok, mas você deve estar se perguntando: E como isso pode ser importante para um médico?

A resposta é simples: Todo usuário de rede social é um paciente em potencial.

Quer saber como estar nas redes sociais pode ajudar na sua marca pessoal? Segue lendo que a gente te conta!

Imagem representativa de rede social

O que é construção de marca?

Como médico, naturalmente você vai estabelecer uma imagem própria diante dos seus pacientes ao longo da sua carreira.

O diferencial da construção da sua marca pessoal é que você passa a ter uma identidade própria, com plena capacidade de gerenciá-la e melhorá-la constantemente, aumentando suas chances de se destacar dentro da sua especialidade médica.

No marketing, nós chamamos a marca e tudo que envolve ela – como o propósito e o valor – de Branding.

Qual a relevância da marca para médicos?

Ter uma marca pessoal bem construída pode te ajudar a se destacar como médico em meio a uma concorrência acirrada, além de te permitir atrair novos pacientes e estabelecer uma reputação positiva, construindo sua autoridade diante a sua especialidade.

Mas antes de tudo, para ser lembrado como uma referência na sua área, é essencial que você seja visto. E qual lugar melhor do que as redes sociais para isso?

Como as redes sociais podem ajudar a engajar a minha marca médica?

Por mais que o senso comum faça acreditar que elas servem apenas para entretenimento, as redes sociais também são ótimos atalhos para que você demonstre sua expertise e conhecimento em sua área de especialização e trilhe um caminho de sucesso no seu marketing médico.  

Com base nisso, listamos alguns benefícios das redes sociais para sua carreira médica, confira:

Se conecte com pacientes

As redes sociais permitem que seja feita uma comunicação de mão dupla. Ou seja, ao mesmo tempo que o seu paciente em potencial consegue ouvir e visualizar o que você quer transmitir para ele, a internet permite que ele tenha um canal fácil e prático de tirar dúvidas ou dar um feedback acerca do conteúdo tratado.

Claro, isso não significa que você vá fazer “consultas gratuitas” por meio das suas redes sociais. Na realidade, ao tirar dúvidas, você quebrará objeções e o estimulará a agendar uma consulta com você.

Outra forma de se conectar é compartilhando experiências e insights sobre o dia a dia da prática médica. Esse tipo de material fortalece a sua humanização diante do paciente.

Crie uma presença online forte

Manter uma boa presença online pode potencializar a sua presença offline.

Como em uma loja, as redes sociais podem ser a vitrine do seu trabalho. Quanto melhores os produtos – conteúdos – que seus potenciais pacientes terão acesso ao visitar seu perfil, maiores as chances deles se interessarem em marcar uma consulta com você.

Assim, a sua presença online pode facilitar, inclusive, o que chamamos de “marketing boca a boca”, que também é muito importante para um médico.

Visualize a seguinte situação: A pessoa 01 está com sintomas que apontam a suspeita de tendinite na mão e busca por um médico de confiança para diagnosticá-la. Ela comenta isso com a pessoa 02, que imediatamente lembra ter visto no perfil do Instagram de um ortopedista informações sobre a doença e relatos de casos da condição que ele já tratou. Então, ela recomenda que a pessoa 01 marque uma consulta com ele.

Isso foi um marketing efetivo influenciado por uma boa presença online. É assim que funciona quando você investe na sua marca e construção de conteúdo dentro das redes sociais, o que nos leva ao próximo tópico.

Impulsione seu marketing de conteúdo

As redes sociais também são fortes ferramentas para o impulsionamento do chamado marketing de conteúdo dos médicos.

A estratégia consiste em gerar engajamento de forma orgânica, a partir da produção de conteúdos e materiais de qualidade. Para um médico, por exemplo, pode ser por meio da criação de vídeos, artigos e outros materiais com potencial para converter possíveis pacientes sem precisar de uma propaganda “escancarada”.

Médica e enfermeira acessando as redes sociais

Assim, mesmo que a pessoa 01 do exemplo anterior tenha conhecido o trabalho do ortopedista por meio do boca a boca, a pessoa 02 foi captada através do conteúdo que ela encontrou ao ter contato com a rede social do médico e o reconheceu como uma autoridade dentro da sua especialidade.  

Quais redes sociais devo ter como médico, então?

Depende do seu objetivo!

Cada rede social pode te oferecer uma especificidade diferente, que você pode saber com mais detalhes nesse artigo.

Assim, em quais redes sociais sua especialidade vai se destacar mais é relativo, mas é essencial estabelecer sua presença em plataformas de destaque entre o público comum, como o Instagram e o Facebook.

Além de ter um fluxo maior de pessoas, as duas plataformas contam com dispositivos de impulsionamento de conteúdo que têm um custo-benefício mais favorável para a estratégias de marketing digital.

Como posso definir um conteúdo relevante?

Os seus conteúdos vão depender da rede social em que você pretende se estabelecer. Mas como citado anteriormente, podem ser artigos, estudos de casos, dicas de saúde e informações atualizadas da sua especialidade.

Uma dica é fazer uma conexão entre redes sociais, assim, você pode postar um artigo no seu blog ou LinkedIn e criar um card no Instagram sobre o mesmo tema, fazendo com que seu paciente tenha interesse no que você publica e busque por outros conteúdos semelhantes.

Como citamos anteriormente, estar em mídias sociais de grande público também é importante. Assim, se a rede social escolhida é o Instagram, confira dicas de conteúdos que podem ser abordados por você na plataforma.

É importante também que você tenha claro os seus objetivos com as postagens e reflita se esses conteúdos estão alinhados com o propósito da marca. Pense: Sobre o que devo me posicionar nas redes sociais?

Na Sitese, ao planejar os conteúdos dos nossos clientes, nós levamos em consideração seis tipos de objetivos principais:

  • Conexão
  • Autoridade
  • Objeção
  • Crescimento
  • Posicionamento
  • Conversão

Assim, para decidir qual conteúdo é o melhor para ser publicado no momento, é preciso definir o que você busca com aquela postagem: Deixar que os pacientes se conectem com sua vida pessoal? Quebrar objeções e medos deles? Se posicionar a respeito de procedimentos em alta ou polêmicos?

Selecione temas relevantes, mas não foque no lado ruim das coisas. Use sua plataforma para mostrar soluções aos seus pacientes.

Exemplo: Você sofre com tal condição? Tal procedimento pode te ajudar!

Produzir conteúdo relevante não vai ajudar somente a conquistar novos pacientes, mas também a gerar networking, colaborando na hora de se conectar com colegas de profissão, estabelecer parcerias profissionais, receber convites para conferências e eventos, e até mesmo em oportunidades de pesquisa.

Como posso desenvolver uma linguagem própria?

Como médico, você já sabe que seu público-alvo serão pessoas que estão interessadas em realizar algum procedimento ou tratamento que você oferece.

Para isso, independente da forma de se comunicar – se optar por algo mais leve ou por ser mais técnico –, é importante que você se dirija sempre de forma direta ao seu paciente (ou aos pais dele, no caso de publicar sobre condições enfrentadas por crianças).

Uma boa dica é utilizar a segunda pessoa do singular, por exemplo, para que todos que tenham acesso ao seu conteúdo sintam que você está falando exclusivamente com eles.  

Para definir a melhor forma de conversar com seus pacientes, leia também este artigo.

Como começar a produzir conteúdo?

Se você já definiu quais conteúdos deseja produzir, mas ainda não sabe como começar a desenvolvê-los de fato, veja duas dicas que podem te ajudar a se nortear:

  • Use boas fotos e grave bons vídeos: A identidade visual nas suas redes sociais vai além dos elementos gráficos feitos por um designer. Mesmo na hora de capturar suas fotos ou vídeos é necessário pensar em fatores que vão desde a composição de cores, até a luz e o enquadramento das suas imagens publicadas.

Veja aqui como tirar boas fotos para o seu Instagram.

  • Invista em equipamentos essenciais: Para garantir o sucesso do tópico anterior quando você mesmo for produzir os conteúdos, é preciso investir em materiais que te permitam uma boa captação de som, além de uma boa câmera e um ambiente que te permita registrar um conteúdo com uma qualidade tão profissional quanto você.

Conteúdo postado? Hora de interagir com seus seguidores!

Como citado anteriormente, as redes sociais permitem que você receba feedbacks valiosos sobre seus trabalhos, serviços e conteúdo e consiga interagir de forma mais linear com seus seguidores, que costumam ser pacientes ou são pacientes em potencial.

Para manter uma relação bidirecional de confiança e melhorar cada vez mais seus conteúdos criados, é preciso levar esses feedbacks em consideração, tal como as críticas construtivas.

Para estimular esses feedbacks, você pode colocar CTAs (call to action) no final das legendas ou nos cards, convidando seus seguidores a deixarem dúvidas para que você possa responder.

Outra sugestão é criar conteúdo diretamente voltados a responder as perguntas que você mais recebe nos comentários.

Como a Sitese pode te ajudar

À esta altura do artigo, você já deve ter entendido que estar presente nas redes sociais é realmente muito importante na hora de destacar a sua marca pessoal e te tornar referência.

Mas… você não sabe por onde começar? A Sitese pode te ajudar!

Com anos de experiência no ramo de Marketing Digital para médicos e com um vasto portfólio de redes sociais gerenciadas, nós podemos te guiar em tudo que você precisa para começar.

Marque agora mesmo sua primeira consultoria gratuita!


Confira o passo a passo que usamos na hora de construir a sua rede social

1º – Consultoria gratuita:

Em um primeiro momento, nós teremos uma conversa para entender tudo sobre você, quais são suas dores e perceber como poderemos pensar em uma solução.

2º – Proposta para a gestão de redes:

O próximo passo é construir uma proposta baseada no que você precisa e melhores caminhos para alcançar seus objetivos.

3º – Pesquisa de mercado:

Essa etapa consiste em uma pesquisa para entender quais são os perfis que se assemelham ao seu atualmente e as estratégias que eles estão utilizando para se destacar.

4º – Definição de estilo visual:

Como o seu perfil vai se parecer? Desenvolveremos um estilo visual com a sua cara, os seus gostos e feito de uma forma que você e seus clientes se identifiquem.

5º – Definição da linha editorial:

Essa é uma das etapas mais relevantes na hora de criar seu conteúdo.

Nela, pensaremos em conjunto sobre questões como: O que vamos escrever? Quais temas vamos abordar? Você pretende ter um perfil mais leve ou ser mais técnico? Como atingir corretamente o seu público-alvo?

6º – Configuração do perfil:

Nessa etapa, começamos a construir o seu perfil de forma que ajude seus pacientes a encontrá-lo com mais facilidade, assim: adicionamos o número de contato, site, e-mail, localização e a bio.

Em seguida, pensaremos nos recursos mais avançados: como os destaques, ajustaremos a foto de perfil, árvore de links etc.

Veja o exemplo do Dr. Vitor Fiorin, médico oncologista clínico, professor de Oncologia da UFES e cliente da Sitese:

Perfil de rede social desenvolvido pela Sitese em Marketing Médico

Confira nosso portfólio de redes sociais.

7º – Planejamento inicial:

Essa é a hora de pensar em quais vão ser os primeiros assuntos da sua página! Juntos, desenvolveremos o primeiro cronograma do conteúdo que vamos realizar. Te enviaremos um documento com o planejamento de cada publicação, com sugestões de fotos, ideias de vídeo e assuntos relevantes da sua especialidade.

8º – Início da Gestão:

Após o primeiro planejamento aprovado, daremos início a gestão das suas redes sociais. Por meio de um grupo no WhatsApp, nossos profissionais estarão sempre em contato com você, te orientando em relação as melhores práticas. Nós tiraremos todas as suas dúvidas e te ajudaremos sempre a melhorar os conteúdos.

9ª – Criação de conteúdo:

Com base no planejamento, criaremos juntos todo o conteúdo que você precisa. Editaremos suas fotos e vídeos, compraremos imagens e montaremos cards para falar de assuntos específicos e também criaremos os textos das legendas dessas publicações. Te ajudaremos a manter um nível excelente nas suas postagens sem que ocupe muito do seu tempo.

Como é o caso do Dr. Vitor Fiorin, que executa um importante trabalho de informação nas suas redes, publicando trechos de entrevistas, artigos e cards sobre assuntos que envolvem a oncologia, quebrando objeções e inseguranças de seus pacientes.

Feed do Instagram do Dr. Vitor Fiorin desenvolvido pela Sitese

10º – Postagem e análise dos resultados:

Após você aprovar as postagens, nós partiremos para a parte de agendamento da sua publicação e a análise dos resultados. Para isso, vamos te mostrar os relatórios e te assessorar para que você sempre esteja crescendo e colhendo bons frutos do seu trabalho de divulgação.

11º – Prestaremos assessoria e consultoria o tempo todo: O ciclo se repete!

Com nossos serviços, você receberá todos os meses um planejamento mensal e acompanhamento exclusivo dos passos necessários até a publicação do conteúdo!


Se interessou? Converse com um especialista pelo Whatsapp.

Entre em contato e tire todas as suas dúvidas:


+55 (71) 99602-6403

Ligue agora

Envie uma mensagem pelo WhatsApp