fbpx

Dentist telling nurse what to write in medical record

A importância de conhecer o seu público

“Como atrair pessoas interessadas nos serviços que tenho a oferecer?” inegavelmente essa é uma questão de profissionais atuantes nas mais diversas áreas.

Na Medicina, essa é uma pergunta muito comum entre médicos recém-formados e até mesmo profissionais já consolidados. Antes de tudo, o primeiro passo para uma comunicação de sucesso entre você e o paciente, é conhecer o público com quem você está lidando. Nesse ínterim, é fundamental construir uma persona de marketing médico.

O que é persona?

Em primeiro lugar, a persona é uma representação do seu paciente ideal. É basicamente um perfil criado com base no seu público-alvo. Contempla características geográficas, demográficas, comportamentais e psicológicas das pessoas a quem direcionaremos o seu Marketing.

A criação de uma persona é muito importante para otimizar investimentos, criar campanhas de sucesso e humanizar sua relação com o paciente.

Da mesma forma que o prontuário médico funciona como uma base para profissionais de saúde, uma persona orienta todas as suas estratégias de Marketing.

Apesar de ser um personagem semifictício, a persona da sua clínica ou consultório deve se basear em dados reais. Afinal, de nada adiantaria se comunicar com alguém que não existe.

Por isso, assim como no preenchimento de um prontuário, há alguns pontos essenciais para a definição de uma persona. Vamos ver quais são?

Identificação do paciente – Estudo do público

Para que seus investimentos em Marketing sejam bem direcionados é importante conhecer o perfil dos seus pacientes atuais e daqueles que você deseja atrair. Com base nisso identifique:

  • Em qual região estão localizados seus potenciais clientes;
  • Idade, gênero, renda, condição socioeconômica, escolaridade, nacionalidade;
  • Estilo de vida, valores e interesses;

A partir dessas características é possível começar a desenhar uma persona para sua clínica ou consultório. Com essas informações, podemos direcionar suas campanhas patrocinadas para pessoas de média a alta renda, caso esse seja seu interesse, por exemplo. Ou para pessoas com filhos, caso você trabalhe com crianças. Compreende a importância de obter esses dados?

Anamnese – Desejos e desafios atuais

Primeiramente, qual a principal queixa de seus pacientes? Em segundo lugar, quais soluções você tem a oferecê-los? Essas questões são importantíssimas para compreender o valor dos serviços que você tem a oferecer. E, dessa forma, saber quais pontos dos seus atendimentos e procedimentos devem ser destacados.

Plano Terapêutico – Estratégias com base em resultados

Conhecendo seu público e tendo definido sua persona de marketing médico podemos compreender seus desejos e necessidades. Assim, é possível criar conteúdos que interessem potenciais pacientes e segmentar estratégias de acordo com o público que você deseja atrair.

No Google Ads, por exemplo, podemos criar campanhas com base em localização, gênero, idade e poder aquisitivo. Além disso, a ferramenta conta com inúmeras variáveis que sejam relevantes para definir seu potencial paciente.

Diferença entre persona e público-alvo

O estudo do público-alvo funciona de maneira mais genérica mapeando os dados do seu público. Por outro lado, a definição da persona projeta um paciente com características demográficas e comportamentais com base nos dados do público-alvo.

Só para ilustrar, vamos supor que um ortopedista está começando a montar sua estratégia de marketing. Com o intuito de otimizar essa estratégia, vamos definir o público-alvo e a persona com quem iremos nos comunicar.

Público-alvo: Homens e mulheres, de 22 a 50 anos, solteiros ou casados, com ensino superior, alto poder aquisitivo. Desejam aliviar dores e se recuperar de lesões.

Persona: Rafael. 32 anos. Engenheiro civil. Renda mensal de R$8 500,00. Gosta de praticar esportes, é aventureiro, adora viajar, é solteiro e se preocupa muito com a saúde. Busca um profissional que o ajude a se tratar de uma lesão no ombro. Se machucou jogando vôlei de praia e sua performance foi afetada.

Mesmo que essa descrição da persona esteja simplificada, já é possível perceber que é uma abordagem mais humanizada do público-alvo. Assim, podemos alcançar pessoas que tenham, de fato, interesse nos serviços oferecidos e mais chances de se tornarem pacientes.

Por que construir uma persona para meu consultório?

Antes de mais nada, definição de uma persona direciona de maneira mais eficaz todos os conteúdos produzidos para sua estratégia de marketing. Dessa forma, ela é essencial para:

  • Estreitar sua relação com os pacientes
  • Utilizar uma linguagem que converse com o seu público
  • Direcionar melhor seus atendimentos e procedimentos
  • Criar mensagens mais assertivas
  • Otimizar investimentos em Marketing, gastando menos e obtendo resultados mais rápidos
  • Melhorar a relação entre sua equipe de agendamento e os pacientes

Por isso, assim como é fundamental ter acesso ao histórico de um paciente; também é muito importante conhecer o público com o qual você deseja se comunicar.

Aplicações da Persona no Marketing Médico

Com base na sua persona, podemos criar campanhas de Google, Instagram e Facebook Ads otimizadas. Isto é, direcionamos anúncios para o público desejado quando eles precisam, fazendo com que encontrem sua clínica no momento certo.

Além disso, a gestão de redes sociais se torna muito mais eficaz quando sabemos com quem estamos falando. De que adianta produzir conteúdo genéricos se eles não conversam de fato com ninguém?

Em conclusão, ao conhecer seu paciente os conteúdos produzidos agregam valor ao seu atendimento e te diferencia dos outros profissionais da área.

E aí? Que tal preenchermos o prontuário da sua persona juntos?

Entre em contato e tire todas as suas dúvidas:


+55 (71) 99602-6403

Ligue agora

Envie uma mensagem pelo Whatsapp