fbpx

Regras do CFM: Ética Médica no Marketing

O juramento de Hipócrates é um velho conhecido de todo médico. Afinal, qual profissional se formou sem se comprometer a praticar a Medicina honestamente? Hipócrates rejeitava mitos que buscavam explicar a origem sobrenatural das doenças. Da mesma forma, o Conselho Federal de Medicina (CFM) atua rejeitando o sensacionalismo, a autopromoção e a mercantilização do ato médico através da publicidade.

Apesar de muito importante, as regras do CFM no Marketing Médico não são tão conhecidas quanto Hipócrates. Mas pode ficar tranquilo! Assim como o seu, o nosso juramento é estar sempre atento para divulgar o seu trabalho de maneira ética e transparente, obedecendo todas as regras da Publicidade Médica.

O que é Publicidade Médica?

O Art. 1º da Resolução do CFM determina que: “Entender-se-á por anúncio, publicidade ou propaganda a comunicação ao público, por qualquer meio de divulgação, de atividade profissional de iniciativa, participação e/ou anuência do médico”. Ou seja: Publicidade Médica é tudo aquilo que divulga a realização de seus serviços e imagem enquanto profissional; desde outdoors à posts em redes sociais e anúncios no Google Ads.

O que deve ter num anúncio médico?

É essencial que qualquer forma de divulgação contenha características básicas como nome; especialidades registradas no CRM; número de registro do profissional e das suas qualificações (se for o caso).

O que é proibido no Marketing Médico?

Seguir as regras do CFM no Marketing Médico é fundamental para que você tenha uma comunicação positiva com os seus pacientes em diferentes canais ao mesmo tempo que respeita as normas éticas da profissão. Por isso, é preciso estar atento a alguns detalhes do manual de publicidade do Conselho, as principais são:

Mesmo que você tenha amplo conhecimento sobre um órgão ou doença que não faça parte da sua especialidade registrada no CRM, o Conselho proíbe expressamente a divulgação de tratamentos nesse caso. Pois o anúncio sobre o tratamento pode causar confusão com anúncio de uma especialidade que não lhe foi atribuída.

Médico pode postar selfies com pacientes?

Não! Por mais que dê aquela vontade de compartilhar com o público o sucesso no tratamento de um paciente de longa data, o Conselho não permite a exposição da figura do seu paciente mesmo que seja através de reposts.

Médico pode postar antes e depois?

Assim como o manual de publicidade veda a publicação de selfies com os pacientes devido a proteção da sua figura, o mesmo ocorre com o antes e depois pois entende-se que é uma maneira de promover técnica ou resultado do tratamento.

Médico pode prometer resultados?

Entendemos que você deseja entregar o melhor resultado possível às pessoas que você atende. Mas, o CFM proíbe não só a promessa, mas também a insinuação de resultados através da publicidade. Então, se você é ortopedista por exemplo, não pode garantir melhora no desempenho físico de seu paciente – por mais que tenha casos de sucesso apontando isso.

Da mesma forma, nada de divulgar imagens assustadoras de alterações causadas por lesões ou doenças não tratadas. Toda imagem utilizada nas suas campanhas deve ser de assistência.

Não se anuncie como “o melhor”

Você se dedicou por anos durante a formação e conta com o conhecimento das melhores técnicas, mas ainda assim não pode se denominar como o melhor ou o destaque.

Da mesma forma, o CFM veda o anúncio de métodos “exclusivos”. Mas existem muitas maneiras de demonstrar suas qualidades e atendimento único através de Marketing de conteúdo, pode ficar tranquilo!

Mantenha distância de anúncios com celebridades ou influencers

Diferente de outras ações de Marketing, não é muito comum ver influencers pedindo ao seu público para “arrastar pra cima” e marcar uma consulta com seu médico favorito. Isso pois o manual da publicidade médica proíbe a utilização de figuras famosas, afirmando que utiliza ou recomenda os serviços de um médico.

Divulgar preço de consultas ou procedimentos

Divulgação de preços, modalidades aceitas de pagamento e/ou parcelamento, eventuais concessões de descontos… Tudo isso é proibido pelo CFM.

Sensacionalismo e autopromoção

O sensacionalismo é fortemente repreendido na área médica, na publicidade não seria diferente. Nada de propagandas enganosas de qualquer natureza; divulgação de informações sem rigor científico; anúncio de técnicas exclusivas ou veiculação pública de informações que possam causar pânico a sociedade.

Todos os anos de estudo e especialização são suficientes para que possamos divulgar seus atendimentos de forma ética e fugindo da autopromoção.

O que pode ser feito no Marketing Médico

Frente a tantas regras do CFM no Marketing Médico, muitos profissionais acabam não investindo na sua publicidade com receio de sofrer punições. Porém, a concorrência na área da saúde é cada vez maior, os pacientes estão mais informados e buscando por profissionais que lhes ofereçam algum diferencial. Por isso, é imprescindível que o médico que deseja se destacar no mercado invista na publicidade de forma ética e sem medo. Sempre contando com uma equipe especializada para auxiliá-lo.

Toda ação de Marketing Médico deve ser de cunho informativo e educacional. Sendo assim, algumas estratégias que podemos adotar para a divulgação do seu trabalho são:

Sites e blogs

O seu conhecimento deve ser compartilhado! Por isso, sites e blogs são ótimas estratégias para te colocar em evidência reforçando sua autoridade e experiência na área.

Interação com o público através das redes sociais

A conversa com o seu paciente não acaba no consultório. As redes sociais são ideais para captar potenciais pacientes e fidelizar aqueles que já te conhecem. Além disso, é uma ótima plataforma para divulgar seu conhecimento e facilitar a indicação do seu trabalho.

Lives e Webinars

Aparecer como uma figura de autoridade em entrevistas e seminários online é ótimo para o seu marketing e fundamental para prestação de informações ao público. Porém, você deve se atentar sempre às regras contra a autopromoção! Então nada de tentar captar pacientes, fazer concorrência com outros especialistas, insinuar exclusividade, permitir a divulgação do endereço ou telefone de seu consultório durante as entrevistas.

Anúncios pagos

Investir em campanhas de links patrocinados é uma ótima maneira de divulgar sua atuação e conquistar mais pacientes seguindo as regras do CFM no Marketing Médico. Com plataformas como o Google Ads ou Facebook Ads, além de aumentar a sua visibilidade, podemos te ajudar conquistar um público específico que possui grandes chances de se converter em pacientes de longa data.

Identidade Visual Marcante

Todo médico que procura se destacar e se apresentar de forma profissional, deve investir na elaboração de uma identidade visual marcante. A Identidade visual é a primeira impressão que o paciente terá de sua clínica. Por isso é importante que ela seja marcante e gere identificação para conquistar a confiança do seu público. Quando bem planejada, torna o serviço que você tem a oferecer único e te diferencia dos seus concorrentes. Num primeiro momento é importante para atrair novos pacientes, mas a longo prazo é essencial para fidelizá-los por gerar um forte sentimento de pertencimento e segurança.

O Marketing médico busca sempre promover o que você pode fazer em prol da saúde de seus pacientes. Com esses valores em mente, estamos aqui para te auxiliar com isso de maneira ética e cuidadosa!